Notícias

Dia dos Namorados - 4 Casais que Influenciaram a História
13/06/2017

Dia dos Namorados - 4 Casais que Influenciaram a História

Acreditem ou não, mas casais apaixonados mudaram o curso da História. Duvida? Então, vem com a gente nesta super matéria que separamos alguns dos casais mais importantes da história do mundo.

Cleópatra e Marco Antônio

Cleópatra é famosa por seu dom de sedução. A história com o general romano MarcoDia dos namorados - Cleo and Marc Antônio, não só levou a morte de dois amantes, como também derrubou a dinastia ptomelaica à qual ela fazia parte. Antônio a convocou para responder acusações de que ela teria ajudado seus inimigos. Mas Cleópatra foi preparada para se livrar das acusações e para seduzir o general. Dito e feito. Ele se apaixonou e prometeu proteger o Egito e sua coroa. O romance não fez o cogovernante romano, chamado Augusto, feliz. Antônio era casado com sua meia irmã, mas mesmo assim voltou para o Egito para ficar nos braços de Cleópatra que estava grávida de gêmeos. Além disso, Marco Antônio declarou como seu legítimo herdeiro Ptolomeu XV, filho de Cleópatra com, teoricamente, Júlio Cesar. Não podia dar em outra, Augusto declarou guerra a Cleópatra. A rainha do Egito foi derrotada e se escondeu no seu próprio mausoléu. Marco Antônio ficou sabendo erroneamente que Cleópatra havia morrido, assim, o general romano se suicidou. Ao ver o corpo de seu amado, Cleópatra foi para seu quarto e se matou.

Henrique VIII e Ana Bolena

dia dos namorados - Anne-Boleyn-and-Henry

O casamento de Henrique VIII com Catarina de Aragão não estava indo nada bem. A rainha não lhe dava o herdeiro que tanto queria, o que levou o casamento a uma profunda crise. O rei acabou se apaixonando por uma das damas de companhia da rainha, Ana Bolena, que ao contrário de muitas, esnobava todas as declarações de Henrique, e disse que só iria ceder com uma proposta de casamento. Henrique, um homem de palavra, mudou o curso de seu país para conseguir o que queria. Rompeu com a igreja católica, que não o concedeu com a anulação do casamento com Catarina, e fundou sua própria igreja Anglicana. Depois de todos os esforços para conseguir a anulação do casamento e casar com Ana, Henrique se decepcionou, pois ela também não lhe deu o herdeiro desejado. Acusada erroneamente de bruxaria, incesto e adultério, Ana Bolena foi decapitada após 3 anos de casamento.

Pierre e Marie Curie

Mais que um casamento, uma verdadeira parceria. A polonesa, que se formou em ciênciasdia dos namorados - pierre-e-marie-curie física e matemáticas, conheceu um físico e químico francês, oito anos mais velho que ela. Foi paixão à primeira vista, após um ano já estavam casados. Para sua tese de doutorado, Marie começou a estudar raios de urânio e Pierre a ajudou em sua pesquisa. Um ano após o nascimento da primeira filha, o casal descobriu o polônio e o rádio. O casal recebeu o prêmio Nobel de física pelo estudo sobre a radioatividade. Dois anos após o nascimento da segunda filha, Pierre morreu em um acidente. Marie não desistiu de sua pesquisa e assumiu a posição de seu marido na universidade de Sorbonne. Ela começou a aumentar seu campo de interesse estudando também o uso de rádio em tratamentos para câncer. Devido a sua alta exposição a elementos radioativos, Marie morreu de leucemia.

Giuseppe e Anita Garibaldi

O italiano, Giuseppe Garibaldi, lutava contra a ocupação austríaca em seu país. Perseguido, odia dos namorados - anita_garibaldi-e-giuseppe italiano fugiu para o Brasil, onde se juntou ao exército farroupilha que lutava pela independência do estado do Rio Grande do Sul. Por essas terras, Giuseppe conheceu e se apaixonou pela humilde Ana Maria que era casada com um sapateiro. Ana Maria, mais conhecida como Anita, fugiu com o italiano e juntos lutaram em batalhas no Brasil, no Uruguai e na Europa. Após o nascimento do quarto filho, foram morar na Itália e lutar pelos ideais locais, mas Anita morreu um ano após a mudança, vítima de febre tifoide. Garibaldi continuou lutando e foi eleito membro do parlamento italiano. Giuseppe ditou sua biografia para o autor francês, Alexandre Dumas, e descreveu sua falecida esposa como:

“Era a mãe dos meus filhos, a companheira da minha vida nas boas e nas más horas, a mulher cuja coragem tantas vezes desejei que fosse minha.”

Curtiu? Quer aprender mais sobre o que acontecia no mundo na época em que esses casais viviam? Então, confira o Curso Completo Enem+ com mais de 80 horas de História para você embarcar totalmente nos cenários destas histórias de amor.

Externo_CompletoEnem_v2