Notícias

NOVO FIES: Saiba quais serão as mudanças
14/07/2017

NOVO FIES: Saiba quais serão as mudanças

A partir do ano que vem, o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) passará por algumas mudanças. Segundo o Ministério da Educação (MEC), o programa será dividido em três eixos de financiamento, que terão juros e público alvo diferentes. Veja como serão os modelos de contrato:

FIES 1: Destinado a estudantes com renda per capta de até 3 salários mínimos e que sejam residentes das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste.

FIES 2: Destinado a estudantes com renda per capta de até 5 salários mínimos, abrange todas as regiões do país.

FIES 3: Destinados a estudantes com renda per capta de até 5 salários mínimos, porém com juros indefinidos, com vagas regionais e nacional.

Mudança nos bancos: Além dessas mudanças, o FIES 2018 passará a ser regulado também por bancos privados como agentes financeiros. A participação desses bancos será exclusivamente pelos contratos do FIES 3, onde a taxa de juros será regulada de acordo com o mercado.

Pagamento: O pagamento que os beneficiários deverão realizar para esse novo modelo do programa passam a ser feitos em parcelas de, no máximo, 10% da renda mensal. Até então, as parcelas de pagamento não previam limites do comprometimento da renda.

Valor financiado: O estudante saberá o valor total do contrato por toda graduação antes de investir no programa. Antes, o candidato tinha informação somente do valor semestral.

Período de carência: O pagamento deverá ser feito assim que o candidato conseguir renda formal após o término do curso, e não mais com um prazo máximo de 18 meses para a quitação.

Vagas: Para o novo FIES, serão ofertadas diferentes números de vagas nos três diferentes contratos oferecidos. Para o FIES 1, a previsão é de 100 mil vagas.; para o FIES 2, 150 mil vagas; e FIES 3, 60 mil vagas.

O Ministério da Educação (MEC) ainda enfatiza que a nota do Enem continuará sendo critério de seleção para participação do programa.